22 de ago de 2017

Minha vida antes era ruim

Operei no dia 30.11.12, aqui mesmo em Salvador/Bahia. Eu tinha 108 kg antes de operar e hoje estou com 58 kg.
Minha vida antes era ruim, pois não tinha a mesma mobilidade, disposição e saúde que tenho hoje, apesar de ter adquirido 2 hérnias na coluna lombar por causa do excesso de peso, hoje me sinto melhor.
Qualidade de vida estou sempre buscando. Já me graduei em Nutrição, não por causa da cirurgia, mas acredito que a alimentação saudável é a fonte de uma vida com qualidade e equilíbrio.

O que mais mudou na minha vida com a cirurgia foi isso, aprendi a fazer as escolhas mais corretamente. Eu indicaria e sempre indico pra quem está realmente com problemas graves de saúde por causa do excesso de peso.

16 de ago de 2017

Mudou tudo

Sou Sueyde Karla, paciente de Aracaju/SE. Operei com a Central da Obesidade no dia 11/10/2013, na cidade de Salvador/Bahia. 
Antes da bariátrica pesava 115 kg e hoje, quase 4 anos depois, meu peso é 56 kg.
Minha vida antes da bariátrica não era vida era dificuldade. Dificuldade para tudo: para andar, muita falta de ar, sem ânimo para nada, dores nas pernas e costas, hipertensão arterial e diabetes. Eu era uma bomba relógio.
Hoje, minha vida tem qualidade. Mudou tudo, tudo. Graças a bariátrica e a Deus, por colocar Anjos na minha Vida.

Indico e indicaria a qualquer pessoa a bariátrica, ela salva pessoas. Quem ainda não fez faça sem medo. É o passo mais importante da sua vida.





24 de jul de 2017

Depoimento Mayra Isabel, Fortaleza/Ceará

Oi, sou Mayra Isabel Barros. Operei dia 26/02/2016 em Fortaleza/Ce com a equipe de Dr. Carlos Mello e da Central da Obesidade.
Antes meu peso era 108 kg.
Eu vivia mal, sem ânimo, com dores na coluna e no joelho.
Tudo mudou! Hoje sou outra pessoa e detalhe: mas feliz.
Sim, com certeza, eu indico a cirurgia bariátrica. Não me arrependo de ter feito. Aliás, me arrependo de não ter feito antes!












5 de jul de 2017

Dizer que é fácil não é mesmo

Já tive pressão arterial 18x10. Hoje é 12x8. Já usei manequim 48 e hoje, pasmem, uso 38. Já tive, um dia, 97 kg, mas hoje a balança acusa MUITO menos.
Uma nova vida sem colesterol, sem problemas na tireoide, subindo e descendo escadas, sem cansaço, sem neura.... Enfim, sorrindo para a vida.
Dizer que é fácil não é mesmo. Continuo na batalha, me policiando sempre, consciente de que isso é apenas o começo. Agradecendo a Deus pela oportunidade e a minha família por estar sempre ao meu lado.
Essa aí sou eu, que antes odiava fotos e hoje não posso ver um espelho. Prazer, sou Edna Santos!













As realizações são enormes

Depoimento de Paula de Brito, paciente da Central de Fortaleza/CE








Hoje é dia de agradecer... gratidão eterna a Deus todo poderoso pela oportunidade de renascer de novo, oportunidade de uma vida nova e mais saudável. Agradecer a Ele por nunca desistir de mim!

Cinco meses de cirurgia bariátrica, 27 kg OFF, muitas lutas diárias, não foi fácil e nem será, mas hoje as realizações são enormes.

Nunca tive problemas estéticos  de aceitação do meu corpo gordinha, o que me levou a procurar a cirurgia bariátrica foi problemas de saúde mesmo: HAS, esporão de calcâneo crônico, DLP, trompa direita obstruída, IMC alto...

Estou muito FELIZ, MEGA FELIZ!!!

Tenho orgulho desse resultado de hoje, tenho orgulho de minha cicatriz, orgulho de mim mesma quando olho minha fotos do antes e depois , do meu progresso diário ate aqui! Vejo que essa foi a melhor decisão de minha vida, foi no momento certo e na hora certa, então para aqueles que estão na duvida ou com medo, digo-lhes uma coisa: VÃO ASSIM MESMO COM MEDO, PORQUE O RESULTADO É ESPLENDOROSO , MARAVILHOSO!!!

Deus, obrigada, tu és digno de toda honra e toda gloria, minhas forças e minha fé sempre estiveram em Ti... agradeço também aos anjos de minha guarda: minha mãe Alexandrina Brito, meu pai Luiz Pimentel, minha irmã Patrícia De Brito Carvalho, meu esposo Elizardo Freitas, minha sobrinha Angeline Louise (que é uma das razões de minha vida), meu amigo Raimundo Santos, meu primo Williman Lima, minha prima Andrea Soares, minha amiga Mônica Melo, e dois amigos que a bariátrica me proporcionou conhecer: Genésio Arruda e Fernanda Viana, sem esquecer da equipe do Dr. Carlos Augusto (Central de obesidade, em especial a Simone, Secretaria do Dr. Carlos) e da minha nutricionista querida  Gabrielle Oliveira... Vocês foram de fundamental importância nesse processo de pré e pós bariátrica, sem vocês eu não teria conseguido! Amo vocês!

E a luta continua, porque agora está apenas começando... Virando BORBOLETA!

19 de jun de 2017

Minha vida antes de operar era bastante restrita

Me chamo Daniela Silva, operada da Central da Obesidade de Salvador/Bahia. Operei em Salvador no dia 14/03/2009 com o peso de 110 kg. Minha vida antes de operar era bastante restrita. Tinha pressão arterial alta, baixa autoestima, dentre outras coisas. Hoje, após a cirurgia, tive um ganho de saúde, qualidade de vida, podendo ser a pessoa que só existia em minha cabeça . E hoje também podendo realizar o sonho de ser mãe de novo, coisa impossível antes da cirurgia.










7 de jun de 2017

Minha vida antes da bariátrica era só doença

Sou Cíntia Barbosa. Operei no dia 18.08.2015, com 118 kg.
Minha vida antes da bariátrica era só doença, insatisfação. Não tinha ânimo para nada.
Minha vida com a bariátrica mudou tudo! Foi, e está sendo, difícil. Não é fácil como muitos pensam. Mas estou conseguindo chegar no meu objetivo.
Indicaria sim a cirurgia. E aonde eu vou sempre falo dos benefícios e do que pode vir a acontecer, pois não é só coisas boas. Mas temos que estar preparados para o bom e o pior também. Foi a decisão mais certa que fiz em toda minha vida.













23 de mai de 2017

A cirurgia não é uma milagre, não é um conto de fadas

Fui operada no dia 23/06/2015, em Salvador no Hospital da Sagrada Família, pelos meus queridos médicos: Dr. Carlos Augusto e Dr. Bruno Viana.
Eu cheguei a pesar 140 kg, não tinha vida e era apenas uma sobrevivente! Hoje estou realizada.
Vivi durante todos esses anos lutando contra a obesidade, recorri a todos os métodos e não consegui obter resultado com nenhum. A vida do obeso é complexa, cheia de limitações e muito, muito triste! A obesidade mórbida parece areia movediça, quanto mais o tempo passa, mas você se afunda!
Cheguei a pensar que não existiria mais solução e que eu, vaidosa e sonhadora que sou, estaria fadada a viver daquele jeito!
Além de toda tristeza de não se encaixar em nenhum padrão e não me gostar ao me olhar no espelho, eu tinha que conviver com as comorbidades, as dores, todos os problemas que essa doença traiçoeira traz consigo.
Graças a um Deus maravilhoso e que me honra, fez com que eu pesquisasse na internet cirurgiões bem sucedidos e foi então que encontrei Dr Carlos Mello e a Central. Realizei meu pré operatório completo e, com a permissão de Deus, realizei minha cirurgia bariátrica!
A cirurgia correu bem, não tive nenhuma intercorrência, não senti nenhuma dor e fui bem acolhida pela equipe e pelos médicos, em especial meu querido Dr. Bruno, anjo de Deus!
A cirurgia não é uma milagre, não é um conto de fadas, mais sim uma ponte, capaz de te levar onde deseja, a força e determinação para atravessar o caminho é sua!
Hoje consigo realizar coisas simples cono cruzar as pernas, comprar roupas em qualquer loja, subir e descer escadas, brincar com meu filho!
Poder me olhar no espelho a cada manhã e descobrir uma nova mulher, poder me apaixonar por mim mesma todos os dias é maravilhoso!
Reconquistei minha autoestima, minha vida social, meu amor próprio, descobri que viver com saúde vale a pena, e que podemos sim viver com saúde e com prazer!
Para quem está na dúvida ou tem medo de fazer a cirurgia eu recomendo que conheça a Central da Obesidade, a equipe que atua e que não tenha medo de viver uma vida plena, de verdade. Eu consegui e você também pode!







19 de mai de 2017

Quando dei por mim já tava com problemas

Sou Janainy Moreira Leite, sou de Juazeiro do Norte/Ceará.
Sempre fui gordinha, mas depois da gravidez aumentei muito ao ponto de não perceber.
Quando dei por mim já tava com problemas de saúde, esporão de galo e líquido no joelho, evitando até minha locomoção. Foi quando decidi fazer a BARIÁTRICA e Deus me fortaleceu dando forças para enfrentar e suportar as tribulações que vinham.
Eu consegui revirar o jogo e corri atrás de todos os laudos e exames. E em 6 meses estava tudo ok para realizar meu sonho e deixar de ser o centro das atenções, dos olhares maldosos...
Eu consegui, gente! Cheguei a pesar 121 kg, com 1.60 de altura. Fui pra mesa de cirurgia com 119 kg decidida e confiante que tudo mudaria. E mudou!
Eu mudei e consegui operei dia 17.06.15 em Fortaleza/ Ceará Com Dr. Carlos Augusto Mello e toda sua equipe maravilhosa. Super indico esse profissional maravilhoso que me deu a felicidade de volta e sorriso no rosto.











16 de mai de 2017

Antes da cirurgia, tomava 3 comprimidos de pressão por dia

Me operei em 06/11/2015, em Salvador/Bahia no Hospital Sagrada Família.
Meu médico é Dr. Carlos Augusto.
Hoje, estou completando 1 ano e 7 meses, de operada.
Antes da cirurgia, tomava 3 comprimidos de pressão por dia, não aguentava subir escadas, tinha artrose nos joelhos, hérnias de disco na lombar, mal conseguia andar.
Hoje, não tomo mais nenhum remédio de pressão, subo minhas escadas normalmente, e olha que são 64 degraus. Tenho ânimo pra tudo, um pique danado. Minha autoestima está lá em cima, tenho vontade de me mostrar para todo mundo. Sou feliz!!
Eu indicaria e índico sim a bariátrica, digo a todo mundo como sou agora outra pessoa, mais feliz e orgulhosa e aconselho a cirurgia para todos que me perguntam.








12 de mai de 2017

Quando ele me chamou de obesa não quis aceitar

Operei em 18.12.2014, em Salvador/Bahia, no Hospital Sagrada Família. Operei com 125 kg. Eu não imagina que estava desse jeito, até quando alguém dizia eu ficava irada. Eu achava que eu não precisava de bariátrica. Um dia minha irmã teve uma conversa séria comigo, me convenceu a marcar uma consulta com Dr. Carlos Mello. Foi minha derrota. Ele me chamou de obesa, discuti, não queria aceitar, mas saí dali com a certeza do que eu queria: mudança. Quando fui na Palestra Gratuita Mensal da Central da Obesidade não me restou dúvidas, era o que eu queria. Uma luta para conseguir os laudos, consultas com os médicos, liberação de exames, foram meses de sofrimentos. Por várias vezes pensei em desistir, mas minha família não deixou. Eu já estava sem querer sair de casa, me sentia mal direto, tinha falta de ar, dores num joelho, sentia nem vontade de me arrumar, praia nem num sonho, não queria conta com espelho… Hoje, tenho um caso íntimo com espelho, amo ir na praia, sou outra mulher. Voltei a viver! Só digo uma coisa: super indico a cirurgia. E essa equipe também. Quando vejo alguma pessoa obesa sinto vontade de conversar.


















27 de abr de 2017

A bariátrica é 50% de sua responsabilidade e 50% de sua força de vontade

Depoimento de Kilma Keppler, Maceió/ Alagoas




primeiros meses


primeiros meses




primeiros meses


















atualmente


atualmente


atualmente








Tive um pré-infarto em 2014, devido a correria de duas universidades e um estágio. Decidi cuidar da minha vida e meu pai me presenteou com meu plano de saúde. Iniciei, no fim de 2014, a minha batalha. Endócrino / Nutri / Cardio / Angiologista para saber se tudo estava em ordem. Ok vamos a parte da prática. Iniciei atividade física durante os intervalos de uma faculdade e meu estágio. Correria pois só tinha exatos 40 min diários...
Iniciei, tomei remédios, fiz o meu melhor. Eliminei 21,5 kg, mas as doenças hereditárias me assustaram e perseguiam. Foi quando decidi operar. No dia 25.01.2016 estava eu na mesa de cirurgia. Com a equipe top da Central da Obesidade pesando 98,5 kg.
Hoje, estou bem melhor, graças a Deus, falta muito para bater a meta. Mas já bati a minha particular: ganhar da obesidade grau 3. Hoje, com grau 1, já já em sobrepeso. Mas só tenho a agradecer a Deus e meus médicos Dr. Kattson Sales e Dr. Carlos Mello.
Indico sim a bariátrica. Depois que operei só vivo cozinhando. Já me falaram que isso é marketing para meu médico ganhar pacientes 😂. Mas sempre gostei da cozinha. 
Hoje mudei em tudo.
A qualidade de vida vem se demos a ela a chance de mudar com nossas atitudes. A bariátrica é 50% de sua responsabilidade e 50% de sua força de vontade. Reeduque sua mente para viver o novo, pois o passado já não é o mesmo depois de uns grampos a mais em sua vida. Viva a vida seja grampeado.





17 de abr de 2017

Me sentia super pesada

Depoimento Karoliny Pinheiro, paciente de Fortaleza/Ceará
















Operei em 25/03/2016 em Fortaleza/Ceará com os melhores Doutores, os mais capacitados. Quando entrei na sala de cirurgia estava pesando 129.5 kg hoje, quase 1 ano depois, estou com 85 kg, já se foram 44,5 kg.
Antes, eu vivia sedentária, só comia rodízio de massa, não malhava, me sentia super pesada e cansada. Hoje, me sinto mais ativa, já estou malhando, estou menos cansada, e sem falar na vaidade que só aumenta a cada dia. Hoje tou sentindo orgulho de mim.
Pra quem tá na dúvida em fazer só digo uma coisa: cuide e faça logo que não irá se arrepender. #baypassgastrico #amelhorescolha #centraldaobesidade