18 de dez de 2014

Vencendo os desafios

Operado da Central Salvador, Leonardo Barboza conta como foi seu 1º ano de bariátrica


(antes)




(pouco tempo de operado)





(antes e agora)



(depois)



(depois e antes com o filho)





(Leo, a esposa e os filhos)





(Leo, a esposa e os filhos)




Você acredita em mudança? Tem medo dos desafios? Pois bem, eu também tenho. Já fraquejei muito em minha vida, já ouvi que tinha perdido. Mas sempre tive ao meu lado meu pai e minha mãe, sem contar meus irmãos Leandro e Luciana que marcavam presença me dizendo que eu conseguiria. Minha esposa Ariane me chamava para andar na praça todo dia, sempre me apoiando, dizendo como eu estava cada vez mais bonito. Meus filhos e amigos sempre me deram força e foi assim que fui me fortalecendo para tomar uma decisão.

Fugi de muitas coisas com medo do desafio, de ser derrotado mais uma vez. Até que um dia, eu vi os amiguinhos do meu filho, sacaneando com a cara dele, dizendo que o pai dele era gordão. Imaginei alguém falando isso pra mim sobre o meu pai. Como deve ter doído... 

Criei coragem e durante 7 meses me preparei para a cirurgia bariátrica. Eu tenho verdadeiro pavor de hospital. Mas, enfim, ela aconteceu. Lembro como se fosse ontem, às 7h do dia 06.11.13, estava entrando no Centro Cirúrgico e entregando a minha vida nas mãos do meu amigo e, excelente médico, Dr. Carlos Augusto Mello.

Eu senti um misto de medo, ansiedade, despedida e esperança. Eu brincava com o anestesista dizendo que não iria ser apagado tão fácil kkkkkkkk mero engano, apaguei e nem contei até 3. Meus pais estavam juntos comigo no hospital. Soube que meu pai estava agoniado, coitado, afinal era o filho dele. Mas no final tudo correu bem. Dei trabalho para Dr. Carlos, mas ele conseguiu e finalmente saí de lá operado algumas horas depois. 
Quando acordei na UTI, foi uma sensação estranha, mas de alívio. Eu devo ter pensado: bem, ou eu estou vivo ou aqui é o céu. Comecei a tocar em meu corpo para ver tinha dado tudo certo e aparentemente tinha. Lágrimas caíam dos olhos... Foi quando Dr. Leonardo Ferrari entrou para falar comigo, dizer que foi um sucesso e me dar as recomendações básicas.

Esses 2 anjos que caíram em minha vida, Dr. Carlos Mello e Dr. Leonardo Ferrari. À eles serei eternamente grato. Aos amigos da Central da Obesidade, agradeço também por todo apoio e carinho. À minha amiga e nutricionista da Central, Dra. Vanessa Tironi, que me deu o direcionamento, ao psicólogo Jorge, ao professor de Ed. Física Ronaldo, agradeço a todos.

Há 1 ano atrás fui operado. Não é nada fácil, é uma decisão e uma mudança muito "severa". Claro que nesses 12 meses dei os meus escorregões, tomei esporro de médico, mas sempre voltava ao eixo. Hoje, com 57 kg eliminados, continuo na luta árdua para chegar no peso ideal. 

Mas muita coisa boa já aconteceu, como jogar futebol, andar de bike, e o melhor, RESPIRAR sem dificuldade! A pressão arterial ainda não diminuiu, mas, aos pouquinhos, está indo... E como é bom cortar a unha sem ajuda! 

Fiquei feliz em ter sido exemplo para amigos como Léo Tear e Bernardo Oliveira, que também decidiram pela cirurgia bariátrica. Vocês são vitoriosos como eu!

Olhando as fotos de como era antes de operar, eu fico assustado! Como eu estava me matando, esperando só a data da morte! Se hoje jogo bola na praia, se corro, se faço tudo que já nem lembrava mais, e, o melhor, com meu filho do lado, foi porque eu escolhi! 

Sei que tenho um caminho longo pela frente, tanto na vida pessoal, como profissional. Meus pais estão do meu lado, sempre com um palavra de incentivo. Não sou e nem quero ser o melhor filho do mundo, mas posso dizer que hoje sou um homem muito mais feliz. 

Eu agradeço a TODOS, sem exceção, que me ajudaram e ajudam. Mas, em especial, a você meu filho, Theo, que foi o maior e mais importante motor para essa mudança!

13 de dez de 2014

Dicas de como sobreviver às festas de final de ano

Dicas simples de como passar as festas de final de ano sem cometer muitos deslizes na reeducação alimentar


* Estas dicas são dos pacientes da Central e podem ser aplicadas em qualquer evento







10 de dez de 2014

A mudança só acontece de dentro pra fora


Depoimento da querida Geórgia Karla de Fortaleza, operada nossa



(antes)




(antes)






(antes)




(durante)




(durante)




(durante)




(durante)




(durante)




(durante)





(antes e durante)





(antes e durante)



A mudança só acontece se for de dentro pra fora e não ao contrário! Eu descobri isso, depois de ser submetida a cirurgia Bariátrica.

Tenho 37 anos e passei mais de 20 anos lutando contra a obesidade. Só que travei minhas batalhas de maneira errada, pois busquei durante anos fatores externos para o meu tão sonhado Emagrecimento. Usava remédios, chás, shakes, apenas tratamentos estéticos e, por fim, a cirurgia bariátrica.

É óbvio que maioria não funcionou, pois o que deveria mudar era a minha atitude e principalmente a minha mentalidade. 

Então, em Setembro de 2014, minha saúde já estava dando sinais de alerta. Pré-diabetes, colesterol alto e uma fadiga sem fim eram companhias constantes. Busquei realizar o meu sonho, a cirurgia bariátrica, sabendo que não seria nada fácil e que iria enfrentar desafios constantes, pois a cirurgia não realiza milagres, na verdade, é uma batalha constante e diária. Tenho 2 meses de operada e já eliminei 19 quilos.

Não vejo a hora de me matricular na academia, de malhar, fazer caminhadas e participar de circuitos de corridas. Apoio sei que terei muitos! Agradeço a Deus diariamente pelo oxigênio que respiro, agradeço minha filha Letícia, meus pais, irmãos e sobretudo meu irmão Ricardo, que me disse: vai em frente. 

Agradeço a meu esposo e amigo João Góis, que me disse vai dá tudo certo. Aos amigos Marcelo Paiva, Tatiane Fogaça, Nelci Sandra, Sr Silvio, minha sogra Adalgisa, meus cunhados Michelle, Joana, Sérgia e Jairo. Agradeço ao meu Cardiologista Dr. Jonatas Aquino, a meu endocrinologista Dr. Fábio Azevedo, a minha psicóloga Thaíse, a nutricionista Dra. Vera e, ao meu primo, também Cardiologista, José Lima Neto. Por último meu agradecimento especial a toda a equipe da Central da Obesidade, a Dr. Carlos Augusto Mello e Dr. Leonardo Ferrari.

6 de dez de 2014

Todos os dias é um desafio

Depoimento de Edna Santos, operada da Central Fortaleza



(antes)



(antes)



(antes)


(durante)


(durante)


(durante)



(durante)



(durante)



(durante)




(durante)


Hoje eu tenho 5 meses de bariátrica e já eliminei 19 quilos. 

A caminhada está apenas começando, eu sei! Preciso ter muita força de vontade e determinação. 

Cada dia é um desafio que eu venço: se alimentar bem, fazer exercícios físicos, beber bastante água, tomar as vitaminas, cuidar da saúde... Mas com muita fé em Deus, e em mim, vou vencendo todos os desafios!

Obrigada meu Deus por estar sempre ao meu lado. Obrigada também a minha família pelo apoio e dedicação, em especial a minha filha Dayanne, a minha mãe, minhas irmãs, minha tia Cleibia. 

Agradeço a todos que me ajudaram a chegar até aqui.