10 de dez de 2014

A mudança só acontece de dentro pra fora


Depoimento da querida Geórgia Karla de Fortaleza, operada nossa



(antes)




(antes)






(antes)




(durante)




(durante)




(durante)




(durante)




(durante)




(durante)





(antes e durante)





(antes e durante)



A mudança só acontece se for de dentro pra fora e não ao contrário! Eu descobri isso, depois de ser submetida a cirurgia Bariátrica.

Tenho 37 anos e passei mais de 20 anos lutando contra a obesidade. Só que travei minhas batalhas de maneira errada, pois busquei durante anos fatores externos para o meu tão sonhado Emagrecimento. Usava remédios, chás, shakes, apenas tratamentos estéticos e, por fim, a cirurgia bariátrica.

É óbvio que maioria não funcionou, pois o que deveria mudar era a minha atitude e principalmente a minha mentalidade. 

Então, em Setembro de 2014, minha saúde já estava dando sinais de alerta. Pré-diabetes, colesterol alto e uma fadiga sem fim eram companhias constantes. Busquei realizar o meu sonho, a cirurgia bariátrica, sabendo que não seria nada fácil e que iria enfrentar desafios constantes, pois a cirurgia não realiza milagres, na verdade, é uma batalha constante e diária. Tenho 2 meses de operada e já eliminei 19 quilos.

Não vejo a hora de me matricular na academia, de malhar, fazer caminhadas e participar de circuitos de corridas. Apoio sei que terei muitos! Agradeço a Deus diariamente pelo oxigênio que respiro, agradeço minha filha Letícia, meus pais, irmãos e sobretudo meu irmão Ricardo, que me disse: vai em frente. 

Agradeço a meu esposo e amigo João Góis, que me disse vai dá tudo certo. Aos amigos Marcelo Paiva, Tatiane Fogaça, Nelci Sandra, Sr Silvio, minha sogra Adalgisa, meus cunhados Michelle, Joana, Sérgia e Jairo. Agradeço ao meu Cardiologista Dr. Jonatas Aquino, a meu endocrinologista Dr. Fábio Azevedo, a minha psicóloga Thaíse, a nutricionista Dra. Vera e, ao meu primo, também Cardiologista, José Lima Neto. Por último meu agradecimento especial a toda a equipe da Central da Obesidade, a Dr. Carlos Augusto Mello e Dr. Leonardo Ferrari.

Um comentário:

Dani Costa disse...

É exatamente o que penso o desafio está depois da cirurgia , ela vai ajudar a não sentir mais fome , mas a real mudança deve acontecer na cabeça