26 de abr de 2016

Celebrar as pequenas vitórias

Depoimento de Renato Duarte, paciente da Central de Fortaleza/CE






(camisa rosa)



(camisa listrada)































Oi, sou o Renato Duarte, paciente da Central da Obesidade de Fortaleza/Ceará. Fiz a cirurgia bariátrica no dia 31.07.2015. Tenho 9 meses de operado.

Realizei a cirurgia pesando 172 kg, e hoje, estou pesando 118 kg. Já foram eliminados 54 kg, para nunca mais voltarem a minha vida.

A vida após a cirurgia bariátrica é outra, falar que foi fácil, durante esses 9 meses, eu estarei mentindo, é uma luta diária, mas a certeza da vitória é certa, vários obstáculos superados e uma nova descoberta a cada amanhecer.

Antes da cirurgia tinha uma vida totalmente sedentária, sem atividades físicas, com total indisposição. Hoje sou outra pessoa, hoje sou feliz! Indico a cirurgia para todos obesos que ainda não despertaram para ver a real necessidade dessa cirurgia. Antes não me via gordo, mas as comorbidades vão aparecendo, aí a ficha cai, e é hora de acordar e ver a realidade. Vai muito além de uma roupa que não servia, de uma catraca que eu quase não passava mais, nunca dei bola para isso.

Mas sim, todo dia eu me lembro de tudo que passei por estar obeso, e me dar forças para não desistir tão cedo. Gostaria de agradecer primeiramente à Deus, pela minha vida e pela oportunidade de nascer novamente, pois sem Ele nada disso seria possível. Agradecer todo o apoio da minha família, em especial à minha mãe, por estar sempre ao meu lado e me acompanhar desde o pré-operatório até hoje, me aconselhando, levantando minha autoestima e me ajudando a superar todos os desafios da vida. E não podia deixar de agradecer a toda equipe da Central da Obesidade, a equipe Multidisciplinar da Hapvida MedPrev Fortaleza, e aos meus irmãos de grampo, estamos juntos nessa batalha.


“Quero renascer das minhas próprias cinzas e lutar contra minhas fraquezas. E sempre celebrar as pequenas vitórias.”

20 de abr de 2016

Renasci das cinzas

Depoimento de Ana Cristina, pacientes da Central de Salvador/ Bahia






























Meu nome é Ana Cristina Cardoso dos Santos, me operei no dia 19.06.2015 no Hospital Sagrada Família, Salvador/Bahia. Quando da cirurgia estava com 114.6 kg, hoje, 10 meses depois, estou com 66,5 kg.

Como a ave mitológica que renasce das cinzas, fui arrancada do ostracismo da obesidade pela graça de Deus que utilizou as mãos de um anjo chamado Dr. Carlos Augusto Bastos de Melo para operar a sua obra!

Antes da cirurgia, eu tinha varias comobidades, tais como: gordura no fígado, complicações ortopédicas, operei o joelho esquerdo duas vezes primeiro por ruptura do menisco depois do ligamento cruzado anterior.

Estou com indicação para operar o esquerdo, mas o ortopedista só se dispôs a operar quando eu emagrecesse. Tinha uma vida cheia de limitações por que não andava direito, tudo me cansava e fôlego ia logo embora.

Não foram 10 meses fáceis, afinal nada na vida é, mas foram meses gratificantes. São 48,10 kg eliminados para sempre da minha vida. É uma vida nova de disposição e saúde.
O que mais mudou, depois da cirurgia, além da qualidade de vida e disposição, foi a forma de encarar a comida, não como um amuleto, uma coisa primordial, mas sim como uma necessidade limitada.

Agradeço ainda aos meus familiares que estiveram ao meu lado com paciência, cuidado e carinho, as minhas novas amigas da Central da Obesidade e a todos os meus amigos virtuais ou não que sempre me brindam com palavras de incentivo e carinho! Parabéns pra mim!


Indico a todos a cirurgia, pois mudou a minha vida e mesmo com todas as adversidades passaria por tudo novamente.

15 de abr de 2016

11 de abr de 2016

Meu hoje é lindo

Depoimento de Mylena Albuquerque, operada da Central de Salvador/Bahia



(antes da cirurgia)

(durante)



(durante)


(durante)


(durante)



Operei no dia 16.09.2015, no Hospital Tereza de Lisieux, em Salvador/BA. Há exatamente 7 meses. Entrei no centro cirúrgico com 99 kg e hoje estou com 69 kg.
Eu sofria muito, tanto fisicamente quanto psicologicamente, com a obesidade. Deixei a minha profissão de enfermeira de lado, pois sentia muita vergonha das fardas que nunca eram boas o suficiente para nós, as obesas. Tive muita vergonha do meu esposo, não saía mais. Era horrível! Fiz várias dietas, tomei remédios, mas nada adiantou! Procurei ajuda e com estas dietas doidas, em um ano, perdi 23 kg, e depois parou, não perdi mais peso, mas continuei com várias doenças, desde a hipertensão, hiperlipidemia, esteatose grau III e obesidade mórbida. Até ser indicada para Dr. Carlos Mello.
Em relação à bariátrica não tive problema algum, segui à risca as orientações, mas não é fácil a adaptação, é um dia após outro com muita força e cabeça no lugar.
Meu hoje é lindo. A cada dia mais realizada, a pressão é auferida diariamente, mas já está normalizada, a insulina normalizada também. Não tenho mais esteatose hepática. Ou seja, tudo normalizado desde os 3 meses! Tenho força e vigor, todos os dias faço minha caminhada de 1h e 30 min de bicicleta. Me acho, a cada dia, mais bonita, estou mais vaidosa, mais admirada, estou VIVENDO.

Eu INDICO a cirurgia, mas que seja feita por profissionais conceituados como foi o meu caso com a Equipe de Dr Carlos Melo. Estou muito feliz e realizada, só tenho a agradecer a Deus e a TODOS da Central da Obesidade. Só não esquecendo que: a obediência e a fidelidade com as orientações são de extrema necessidade para o sucesso!!!