24 de ago de 2016

Voltei a viver!

Depoimento de Manu Gonçalves, paciente da Central Salvador/BA


















































É chocante para mim ver essas fotos. Não imaginava que estava assim antes da bariátrica. Como foi difícil tomar a decisão de mudança, mas consegui com muita ajuda de meus familiares, alguns amigos e a equipe médica da Central da Obesidade.

Muitos olhavam para mim e diziam: você tem o rosto lindo só precisa emagrecer. Eu tinha muita raiva quando ouvia isso porque parecia que era fácil emagrecer, mas era uma luta naquela época.

Operei em 18.12.2014, em Salvador, no Hospital Sagrada Família. Operei com 125 kg e hoje estou com 80 kg.

Eu já estava sem querer sair de casa, me sentia mal direto, com falta de ar, dores no joelho, não sentia nem vontade de me arrumar. Praia então só em sonho. Não queria conta com espelho...

Um dia minha irmã teve uma conversa séria comigo, me convenceu a marcar a consulta com Dr. Carlos Mello. Aí foi minha derrota. Ele me disse que eu era obesa. Não queria aceitar, mas saí dali com a certeza do que eu queria: uma verdadeira mudança.

Quando fui na reunião (Palestra Mensal da Central) não me restou dúvida, era o que eu queria. Uma luta para conseguir os laudos, consultas com os médicos, liberação de exames... foram 10 meses de sofrimento. Por várias vezes pensei em desistir, mas minha família não deixou.

Hoje, só tenho realmente o que comemorar. Foi difícil. Não é fácil como muitos pensam. Abri mão de muita coisa, mas hoje posso dizer: Valeu a pena!

Que essas fotos venham ajudar outras pessoas a se conscientizar que a obesidade é uma doença e precisa ser tratada.

Obrigada a meu Deus, em primeiro lugar, a minha irmã Gisele Ramos, a meu esposo Marinaldo Santana, a minha família, meus amigos, a todos que sempre me deram uma palavra de incentivo.


Hoje tenho um caso íntimo com espelho, amo ir na praia, sou outra mulher. Voltei a viver! Só digo uma coisa: super indico a cirurgia e essa equipe também. 

22 de ago de 2016

Sou eternamente grata

Depoimento de Rita Carvalho, paciente da Central Salvador/BA




















Oi, sou Rita Carvalho, operada da Central da Obesidade. Operei de bariátrica, em Salvador, dia 19.01.2016. Antes da cirurgia eu pesava 123,6 kg. Hoje, 7 meses depois, já peso 92 kg.

Antes de operar, sentia muitas dores, não andava direito, pois sempre cansava, tinha hérnia de disco, fibromialgia, poliartrose e prótese no joelho esquerdo. Completando: Andava de Moleta.

Tudo mudou hoje, tenho outra Vida. Ando sem muletas, as dores insuportáveis já não tenho. Sou uma pessoa feliz. Mudou tudo, hoje não tenho nenhum cansaço, deixei até de usar tênis, pois só conseguia andar melhor com eles.

Sou eternamente grata a Deus, Dr. Carlos Augusto e a Promédica. Equipe de Dr. Carlos é PERFEITA.

Você passa a amar a vida

Depoimento de Daniela Costa, paciente da Central Maceió/AL



















































Sou Daniela Costa, paciente da Central da Obesidade de Maceió/Alagoas. Operei no dia 10.02.2015, em Salvador, com a equipe do Dr Carlos Augusto. Antes, eu pesava 120 kg e 1,60 m de altura. Minha circulação já estava com insuficiência de funcionamento, tinha apneia do sono, acordava como se tivesse corrido a noite toda, cansada, não tinha disposição para nem uma simples caminhada.
Hoje, 1 ano e 6 meses após a cirurgia, malho todo dia, corro 30 minutos na esteira, jogo vôlei, ando de patins, tudo que gostaria de fazer. Meu peso atual é 68 kg.


Indico a bariátrica porque a questão não é o emagrecimento, e sim, a mudança de hábitos e rotina. Você passa a amar a vida.

19 de ago de 2016

Coragem e determinação podem fazer a diferença

Depoimento de Zuleica Araújo, paciente da Central Salvador/Ba











































Para os que não me conhecem irei me apresentar. Me chamo Zuleica Coelho Araújo, sou uma mulher renovada, na verdade, uma mulher que renasceu, uma Phoenix.
Vou passar para vocês um pouco da minha experiência e vida, antes e pós cirurgia bariátrica.  

Depois de ser Mãe, eu nunca mais consegui voltar ao peso que tinha antes da gravidez. Dietas, remédios, fórmulas milagrosas e nada. A obesidade já fazia parte da minha vida. Tinha uma vida normal, mas internamente, não me sentia feliz.

Porém, foi quando os problemas de saúde se tornaram intensos, depressão, articulações e falta de ar, pressão alta, que eu resolvi tentar um novo e definitivo método para me tornar a nova mulher que aqui hoje se encontra.

Sou bariátrica, com muito orgulho. Muitas pessoas foram contra, incluindo meu cardiologista. Ele acreditava que com dieta estaria melhor, que essa cirurgia era erro. Pois bem, passei por todo o processo, quando o dia chegou, confesso que queria desistir, tinha medo. Mudanças sempre trazem seus receios, porém o dia chegou e eu agora posso dizer que sou uma vitoriosa.

Completando quase 6 anos de operada, operei dia 01/09/2010, mantendo o peso e cuidando da saúde. Mais nem tudo foi caminho de rosas. Passei sufoco após a intervenção cirúrgica, no qual fiquei 15 dias no Hospital. Mais se me perguntarem: Você tentaria outra vez, eu responderei que sim, pois para mudar é necessário arvorar-se de coisas novas. E as mudanças sempre nos trazem algo de bom.

Hoje eu vivo de verdade, sou mais feliz e me vejo como uma linda mulher no auge dos meus 61 anos, e claro, com 47 kg a menos. Assim vos digo: coragem e determinação podem fazer a diferença na vida de qualquer pessoa.





Hoje me tornei uma pessoa muito mais feliz

Depoimento de Alana Fernandes, paciente da Central de Valença/BA











































Sou Alana Fernandes. Operei 22/06/2012 em Salvador - Ba (no Hospital Espanhol).

Antes meu peso era 105 kg e hoje, 4 anos e 2 meses depois, peso 65 kg.

Eu me sentia uma pessoa feia, pois estava muito acima do peso. Tinha dificuldade em achar roupas, principalmente roupas modernas, não ia a todos os lugares, inclusive à praias, pois tinha vergonha de usar um biquíni.  Enfim, eu era uma pessoa muito triste e vivia muito indisposta, o cansaço tomava conta de mim.

Mudei totalmente após a bariátrica. Hoje, sou uma pessoa alegre e disposta, sempre de bem com a vida, ou seja, hoje posso dizer que renasci novamente.

Indico a bariátrica a todos que me procuram para saber a respeito. Sempre explico os benefícios que ela traz, desde que a pessoa esteja disposta a mudar seu estilo de vida, com hábitos saudáveis, como eu mudei.


Hoje me tornei uma pessoa muito mais feliz, renovada, de bem comigo mesma.