23 de mai de 2017

A cirurgia não é uma milagre, não é um conto de fadas

Fui operada no dia 23/06/2015, em Salvador no Hospital da Sagrada Família, pelos meus queridos médicos: Dr. Carlos Augusto e Dr. Bruno Viana.
Eu cheguei a pesar 140 kg, não tinha vida e era apenas uma sobrevivente! Hoje estou realizada.
Vivi durante todos esses anos lutando contra a obesidade, recorri a todos os métodos e não consegui obter resultado com nenhum. A vida do obeso é complexa, cheia de limitações e muito, muito triste! A obesidade mórbida parece areia movediça, quanto mais o tempo passa, mas você se afunda!
Cheguei a pensar que não existiria mais solução e que eu, vaidosa e sonhadora que sou, estaria fadada a viver daquele jeito!
Além de toda tristeza de não se encaixar em nenhum padrão e não me gostar ao me olhar no espelho, eu tinha que conviver com as comorbidades, as dores, todos os problemas que essa doença traiçoeira traz consigo.
Graças a um Deus maravilhoso e que me honra, fez com que eu pesquisasse na internet cirurgiões bem sucedidos e foi então que encontrei Dr Carlos Mello e a Central. Realizei meu pré operatório completo e, com a permissão de Deus, realizei minha cirurgia bariátrica!
A cirurgia correu bem, não tive nenhuma intercorrência, não senti nenhuma dor e fui bem acolhida pela equipe e pelos médicos, em especial meu querido Dr. Bruno, anjo de Deus!
A cirurgia não é uma milagre, não é um conto de fadas, mais sim uma ponte, capaz de te levar onde deseja, a força e determinação para atravessar o caminho é sua!
Hoje consigo realizar coisas simples cono cruzar as pernas, comprar roupas em qualquer loja, subir e descer escadas, brincar com meu filho!
Poder me olhar no espelho a cada manhã e descobrir uma nova mulher, poder me apaixonar por mim mesma todos os dias é maravilhoso!
Reconquistei minha autoestima, minha vida social, meu amor próprio, descobri que viver com saúde vale a pena, e que podemos sim viver com saúde e com prazer!
Para quem está na dúvida ou tem medo de fazer a cirurgia eu recomendo que conheça a Central da Obesidade, a equipe que atua e que não tenha medo de viver uma vida plena, de verdade. Eu consegui e você também pode!







19 de mai de 2017

Quando dei por mim já tava com problemas

Sou Janainy Moreira Leite, sou de Juazeiro do Norte/Ceará.
Sempre fui gordinha, mas depois da gravidez aumentei muito ao ponto de não perceber.
Quando dei por mim já tava com problemas de saúde, esporão de galo e líquido no joelho, evitando até minha locomoção. Foi quando decidi fazer a BARIÁTRICA e Deus me fortaleceu dando forças para enfrentar e suportar as tribulações que vinham.
Eu consegui revirar o jogo e corri atrás de todos os laudos e exames. E em 6 meses estava tudo ok para realizar meu sonho e deixar de ser o centro das atenções, dos olhares maldosos...
Eu consegui, gente! Cheguei a pesar 121 kg, com 1.60 de altura. Fui pra mesa de cirurgia com 119 kg decidida e confiante que tudo mudaria. E mudou!
Eu mudei e consegui operei dia 17.06.15 em Fortaleza/ Ceará Com Dr. Carlos Augusto Mello e toda sua equipe maravilhosa. Super indico esse profissional maravilhoso que me deu a felicidade de volta e sorriso no rosto.











16 de mai de 2017

Antes da cirurgia, tomava 3 comprimidos de pressão por dia

Me operei em 06/11/2015, em Salvador/Bahia no Hospital Sagrada Família.
Meu médico é Dr. Carlos Augusto.
Hoje, estou completando 1 ano e 7 meses, de operada.
Antes da cirurgia, tomava 3 comprimidos de pressão por dia, não aguentava subir escadas, tinha artrose nos joelhos, hérnias de disco na lombar, mal conseguia andar.
Hoje, não tomo mais nenhum remédio de pressão, subo minhas escadas normalmente, e olha que são 64 degraus. Tenho ânimo pra tudo, um pique danado. Minha autoestima está lá em cima, tenho vontade de me mostrar para todo mundo. Sou feliz!!
Eu indicaria e índico sim a bariátrica, digo a todo mundo como sou agora outra pessoa, mais feliz e orgulhosa e aconselho a cirurgia para todos que me perguntam.








12 de mai de 2017

Quando ele me chamou de obesa não quis aceitar

Operei em 18.12.2014, em Salvador/Bahia, no Hospital Sagrada Família. Operei com 125 kg. Eu não imagina que estava desse jeito, até quando alguém dizia eu ficava irada. Eu achava que eu não precisava de bariátrica. Um dia minha irmã teve uma conversa séria comigo, me convenceu a marcar uma consulta com Dr. Carlos Mello. Foi minha derrota. Ele me chamou de obesa, discuti, não queria aceitar, mas saí dali com a certeza do que eu queria: mudança. Quando fui na Palestra Gratuita Mensal da Central da Obesidade não me restou dúvidas, era o que eu queria. Uma luta para conseguir os laudos, consultas com os médicos, liberação de exames, foram meses de sofrimentos. Por várias vezes pensei em desistir, mas minha família não deixou. Eu já estava sem querer sair de casa, me sentia mal direto, tinha falta de ar, dores num joelho, sentia nem vontade de me arrumar, praia nem num sonho, não queria conta com espelho… Hoje, tenho um caso íntimo com espelho, amo ir na praia, sou outra mulher. Voltei a viver! Só digo uma coisa: super indico a cirurgia. E essa equipe também. Quando vejo alguma pessoa obesa sinto vontade de conversar.